Início » Americanas: administrador judicial eleva dívida total da empresa para R$ 47,9 bi

Americanas: administrador judicial eleva dívida total da empresa para R$ 47,9 bi

postado Assessoria Igor

O escritório de advocacia Zveiter, que é o administrador judicial da Americanas, informou a 4ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio que em uma primeira análise da relação de credores consolidada, com propósito inicial de envio das cartas aos credores, verificou que o somatório dos valores listados atinge R$ 47,9 bilhões.

Ou seja, o valor é R$ 6,6 bilhões a mais que o informado pela companhia anteriormente, de R$ 41,2 bilhões.

No documento enviado, a administradora disse que ” utilizou como parâmetro a relação de credores apresentada pelas Recuperandas (Grupo Americanas) em juízo, o que pode ser alterado desde que comunicado formalmente nos autos”.

Ao ser questionada, a Americanas disse que a diferença se refere ao valor total das debêntures nas quais a Americanas é devedora das empresas do grupo, a JSM e a B2W.

“As debêntures foram emitidas intragrupo apenas para criar um canal de transferência de recursos da Americanas S/A para as recuperandas estrangeiras, visando ao pagamento dos Bonds (as debêntures “espelham” os bonds)” , explicou.

A varejista disse que esse valor deve ser expurgado, sob pena de duplicidade. “Há apenas uma dívida, decorrente da emissão dos bonds, e um canal intragrupo para remessa de recursos para pagamento daquela dívida”, explicou.

O escritório de advocacia Zveiter disse ainda que notou nomes duplicados e credores com valores zerados.

Fonte: O Globo

www.contec.org.br

Deixe um Comentário

Notícias Relacionadas

Bem vindo!

Instale o app da Contec Brasil no seu Iphone {{ICON_INSTALL}} e depois {{bold}} adicione à tela inicial {{/bold}}
×