Início » EUA: banco é multado em US$ 20 milhões por criação de contas falsas e venda de seguros ilegais

EUA: banco é multado em US$ 20 milhões por criação de contas falsas e venda de seguros ilegais

postado Assessoria Igor

O banco americano Fifth Third Bank concordou na terça-feira, 9, em pagar uma multa de US$ 20 milhões (cerca de R$ 108 milhões) imposta pela Consumer Financial Protection Bureau (CFPB, a agência americana de proteção financeira ao consumidor) para encerrar um processo de 2020, referente à criação de contas falsas de clientes e práticas ilegais relacionadas a venda de seguro de automóveis pelo banco. As informações são da CNN.

De acordo com a agência americana, as punições foram impostas ao banco pelas cobranças indevidas aos clientes por apólices de seguro de automóvel desnecessárias e duplicadas. Caso o pagamento não fosse realizado, os clientes seriam penalizados com inadimplência, taxas adicionais e retomadas de posse. A agência estima que essa prática prejudicou mais de 35 mil pessoas e resultou na retomada de veículos para mais de 1.000 famílias, destacou a CNN.

Segundo a emissora, o banco deve pagar US$ 5 milhões em reparação aos clientes afetados por suas atividades ilegais de seguro de automóveis. Além disso, de acordo com o diretor do CFPB, Rohit Chopra, a agência está ordenando que o banco pare com essas práticas comerciais ou então enfrentará consequências adicionais.

Outros US$ 15 milhões de multas são referentes a práticas que incentivavam os funcionários a criar contas falsas de clientes. A ordem proposta também proíbe o Fifth Third de estabelecer metas de vendas para funcionários que incentivem a abertura fraudulenta de contas, disse o CFPB.

Susan Zaunbrecher, diretora jurídica do Fifth Third, afirmou à CNN que o acordo conclui tanto o litígio de práticas de vendas com o CFPB quanto sua investigação separada sobre certas atividades de serviços de financiamento de automóveis relacionadas a um programa de seguro de proteção colateral que o Banco encerrou em 2019 antes do CFPB começar sua investigação.

“Já tomamos medidas significativas para abordar essas questões, incluindo a identificação de problemas e a tomada de iniciativa para consertar as coisas. Nós consistentemente colocamos nossos clientes no centro de tudo o que fazemos”, disse a diretora. As penalidades impostas serão pagas ao fundo de assistência às vítimas do CFPB .

Fonte: Estadão

www.contec.org.br

Deixe um Comentário

Notícias Relacionadas

Bem vindo!

Instale o app da Contec Brasil no seu Iphone {{ICON_INSTALL}} e depois {{bold}} adicione à tela inicial {{/bold}}
×