Início » Santander levanta R$ 1 bilhão com o CAF para financiar carro elétrico

Santander levanta R$ 1 bilhão com o CAF para financiar carro elétrico

postado Assessoria Igor

Os carros elétricos não conseguiram uma tributação diferenciada na Reforma Tributária, mas o financiamento pode ficar mais acessível. O Santander acaba de captar com o Banco de Desenvolvimento da América Latina e do Caribe (CAF) uma linha de R$ 1 bilhão para reforçar a sua linha de financiamento à compra de carros elétricos ou híbridos. O banco tem como compromisso praticar uma taxa até 15% mais barata no financiamento aos elétricos, na comparação com os modelos a combustão.

O valor da nova linha — US$ 200 milhões — é quatro vezes maior do que uma outra linha do CAF para o financiamento de veículos elétricos, anunciada em outubro do ano passado.

Nos últimos anos, o CAF já liberou US$ 650 milhões em sete linhas de crédito para o Santander financiar a transição energética e ações de desenvolvimento social. Além de carros elétricos, as linhas financiaram paineis de geração de energia solar, microcrédito e crédito para mulheres empreendedoras nas regiões Norte e Nordeste.

A nova linha será integralmente destinada a produtos de crédito automotivo para pessoa física e jurídica. — O objetivo é incentivar a mobilidade elétrica, algo que para o CAF é absolutamente fundamental. Nossa parceria com o Santander é longa e sabemos da sua cultura e relevância no segmento — diz Estefanía Laterza, representante do CAF no Brasil.

Segundo Cezar Janikian, diretor da financeira do Santander, o banco lidera em financiamento a carros elétricos e híbridos no país — e tem a liderança no segmento automotivo total, com 23% do mercado. Boa parte do crescimento do financiamento dos carros elétricos se deve à Aliança pela Mobilidade Sustentável, iniciativa da 99 para estimular a eletrificação da frota usada pelos motoristas de aplicativo e que tem o Santander como braço financeiro.

A 99 tem hoje mais de 4,1 mil motiristas circulando com automóveis elétricos ou híbridos da BYD ou da Cherry. A meta da 99 é chegar em 8 mil veículos na frota até o fim de 2024, e alcançar a marca de 20 mil até o final do ano que vem.

A frota de elétricos, híbridos e híbridos plugin em circulação no Brasil alcançou a marca de 274.156 em abril deste ano, sendo 60.254 dos modelos puramente elétricos.

Fonte: O Globo

www.contec.org.br

Deixe um Comentário

Notícias Relacionadas

Bem vindo!

Instale o app da Contec Brasil no seu Iphone {{ICON_INSTALL}} e depois {{bold}} adicione à tela inicial {{/bold}}
×